my life, my way

Em atividade desde os anos 80, o Agnostic Front tornou-se o principal nome do hardcore de New York.

É inquestionável que o vocalista Roger Miret e o guitarrista Vinnie Stigma tornaram-se ícones do estilo.

Lançado em março deste ano via Nuclear Blast Records, o novo disco, My Life, My Way, traz 13 músicas e produção assinada por Erik Rutan (Madball, Cannibal Corpse) e masterização por Alan Douches (Mastodon, Nile).

A faixa que deu nome ao álbum acaba de ganhar um videoclipe dirigido por Dale Resteghini, que já trabalhou com Anthrax, Cypress Hill, Hatebreed, Shadows Fall e Kottonmouth Kings.

Assiste aí!

Muito bom o lance de mesclar imagens do AF bem antigas com atuais, isso mostra um pouco de como os anos passam e os caras continuam aí!

16 pensamentos sobre “my life, my way

  1. porra, fudido…uma das coisas que eu acho foda, no hardcore é esse espirito de perseverança, de ir contra a maré, e o modismo, de união..e o Agnostic Front representa isso mto bem..vida longa a eles.

  2. O som fico responsa mas este cromaqui ficou safadão gosto muito é da fase do something’s gotta give.

    Ae Tibiu eu vejo essas paradas e lembro logo de tu.

    Tipo o clide Attitude do sepultura estrelado por um misto de Zangief com Chuck Lidell

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s