skate, anos 90 e o futuro da música

Conheço o Magoo desde a adolescência, quando ele já era “o Magoo”, manjado no underground, no skate, no graffiti (apesar de não ser b-boy)… Na casa dele a gente assistia ao Lado B, do Reverendo Fabio Massari, eu via os shapes que ele fazia a arte e até os “bonequinhos”, que hoje talvez ganhariam o nome de toy art…

Ele me apresentou bandas que ainda ouço, como The Muffs, que ele tinha o CD sem ter o aparelho, e ele fez capa pra um número do meu fanzine.

Falei tudo isso pra dizer que fico feliz em ver ele se dando bem no mundo das artes hoje em dia, com um trampo muito bom e sincero. Além de saber que ele tá feliz tocando com o Twinpine(s).

A pegada é anos 90, “rock alternativo”? Indie? Grunge?

Ah, tanto faz, dá um play abaixo e confira entrevista que fiz com ele, Mick e Bruno sobre isso e muito mais!

Futuro da música tá aí, e um pedaço da Zona Norte (é nóis!) tá representado pelo Twinpine(s). Que venha 2012!

7 pensamentos sobre “skate, anos 90 e o futuro da música

  1. Achei a banda muito boa desde a outra vez que você tinha colocado o link do myspace aqui Tibiu..
    Das músicas que escutei, lembrei um pouco do Dinosaur Jr..
    Vou ver se descubro mais coisa deles..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s